sexta-feira, 31 de julho de 2009

"SERIA O FIM DE UMA ERA?"


É possível que baseado no relatório do Ministério Público(MP) esteja começando a derrocada dos "Tudor" riograndinos? Nosso Henrique VIII já morreu faz tempo, mas o seu Anglicanismo riograndino ou Branquismo, como queiram, continua ai. Tendo seus garotos iluminados e todos os tipos de milagres, como a multiplicação das dividas e o desaparecimento da receita, mas isso entra no campo do sobrenatural e não estamos aqui para debater isso.
É um pouco de ar para quem não aguentava mais respirar o ar viciado e fétido da politica proselitista de Rio Grande. Será que Roma cairá? Será que chegou a hora do grande julgamento? Não tenho certeza e temo que não.
Essas pessoas tem muito boas relações no Piratini e na Câmara dos Deputados. E em tempos em que o foco é Sarney ou gripe suína quem vai prestar atenção se uma roubalheira dessas for abafada? Quem vai reclamar dos panos quentes vindos de todos os cantos tentando livrar os rabos há muito presos?
Eu! Vou estar de olho e por sorte não só eu, inúmeros riograndinos de sacos prestes a explodir por não aguentar mais essa pouca vergonha estão de olho nessa questão. Venho a público pedir escusas aos jornais locais que poderiam ter se silenciado, mas que dessas vez, ao menos dessa vez, puseram a boca no trombone. Certo que era um trombone pocket, mas ainda assim um trombone.
Como comentei no blog do Felipe, esse pode ser nosso ponto de apoio arquimédico para por para fora essa cambada e a camarilha de subalternos que os cerca, que os sustenta a base de dinheiro e saliva. É triste termos que ficar nessa ansiedade de esperar os próximos capítulos dessa novela, que temo não terá final feliz. Espero que não tenha final semelhante ao da novela em que o vilão fugiu no final e deu uma "banana" para o país de dentro do avião, muito embora eu creia que vá se assemelhar muito a isso o final da nossa "o bem amado" versão papareia.
Nada pior do que se sentir de mãos atadas. E assim se sente grande parte da população riograndina diante das últimas administrações da prefeitura municipal. Todos sabemos o que ocorre por lá, as maracutaias, os desvios, a locupletação com o nosso dinheiro, mas nunca tivemos provas. Ao menos não provas tão cabais como essas e provindas de um orgão como o MP, que parece ter despertado de um sono de 16 anos! Antes tarde do que nunca, só espero que não volte a dormir tão cedo.
Algumas coisas são atemporais e para alguns se torna clichê cita-las, mas ainda assim quero citar Rui Barbosa, em 1914 ele deu um discurso no senado federal, no qual ele proferiu uma sentença que ficou famosa. Diante da situação atual da cidade, não só da cidade, ela nos mostra o estado no qual nos encontramos a nos em Rio Grande.

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."

Espero que as coisas comessem a mudar em RG, ao menos um pouco. Para que tenhamos um minimo de esperança dessa cidade prosperar.

2 comentários:

Delírios Cotidianos disse...

Finalmente o retorno ao teu domínio por direito. Apesar de possuirmos vertentes diferentes de pensamento, acredito que tu possui embasamento em tudo o que afirmas. Só não te perdoava (e agora em parte tolero), pelo fato de largares o teu blog para publicar em um domínio infestado por mentes mesquinhas e de pensamento limitado, que afirmam coisas absurdas, vociferando contra tantos outros que nem a palavra lhes dirige. Fico feliz por saber que retornas ao teu espaço, e de agora em diante volto a ler e comentar os teus textos. Bom regresso!

rossano disse...

tem que mudar.chega de palhaçada.